Design, educação ambiental e ser-no-mundo:

elementos para uma hermenêutica da complexidade e da sustentabilidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21726/rcc.v11i2.1809

Palavras-chave:

design; educação ambiental; hermenêutica.

Resumo

O objetivo deste artigo é articular educação ambiental e design em uma abordagem interdisciplinar dirigida pela conduta filosófica. A metodologia compreende uma análise de produções bibliográficas que articulam design e educação ambiental. A fundamentação teórica foi buscada em Heidegger, Arendt, Jonas, Moran, Margolin, Fry, Sethi e em considerações tecidas pela rede Desis; também inclui análise de ações de educação ambiental em condução. O resultado expande noções de educação ambiental articuladas com design.

 

Biografia do Autor

Roberto S. Kahlmeyer-Mertens, Unioeste

Doutor, Mestre e Bacharel em Filosofia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).  Professor adjunto do curso de graduação e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná; (Unioeste) Professor Colaborador do curso de Filosofia da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Downloads

Publicado

2022-09-29

Como Citar

Everling, M., & Kahlmeyer-Mertens, R. S. . (2022). Design, educação ambiental e ser-no-mundo: : elementos para uma hermenêutica da complexidade e da sustentabilidade. Revista Confluências Culturais , 11(2), 58–71. https://doi.org/10.21726/rcc.v11i2.1809

Edição

Seção

Artigos Nossa vida, nosso planeta, nossa saúde