INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA SUPLEMENTAR COM ONDAS SONORAS

Autores

  • Antônio Cabral Rebello

DOI:

https://doi.org/10.21726/pl.v7i1.2356

Palavras-chave:

design especulativo; neurociência; ondas sonoras; energia elétrica

Resumo

Este artigo visa consolidar informações pertinentes às possibilidades de geração de energia com ondas sonoras, partindo de materiais derivados de pesquisas para futura dissertação acadêmica de mesma autoria. A combinação desses dados sob uma ótica especulativa do design permite-nos condições de elaborar princípios conceituais de produtos e serviços que promovem o aproveitamento de uma fonte de energia abundante e limpa, que ainda apresenta desafios singulares para ser integrada em capacidade significativa. A produção de som, de forma geral, é encontrada em ambientes naturais e objetos manufaturados, tendo a possibilidade de obtenção dessa energia por meios sequer imaginados até então. Como inspiração, aqui são comentados o sistema auditivo humano e algumas de suas funções, como a conversão de sinais mecânicos para elétricos, auxiliando em uma compreensão elaborada da escuta e carregando oportunidades criativas para formulação de soluções em matéria de geração de energia. Investigando também o fenômeno da piezoeletricidade, as wireless sensor networks e a produção de carga elétrica por meio de materiais sintéticos, abre-se espaço para novas formas de manipular propriedades biológicas. As conclusões aqui presentes são abordagens para as condições de implementação das frequências e ondas sonoras como princípios para um entendimento de uma nova fonte de energia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Cabral Rebello

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Downloads

Publicado

2024-06-18

Como Citar

ANTÔNIO CABRAL REBELLO. INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA SUPLEMENTAR COM ONDAS SONORAS. Plural Design, Joinville, SC, Brazil, v. 7, n. 1, p. 5–15, 2024. DOI: 10.21726/pl.v7i1.2356. Disponível em: https://periodicos.univille.br/PL/article/view/2356. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos