Análise da associação entre gênero e fusão das raízes de molares: revisão de literatura

Autores

  • Maria Eduarda Locks Bitencourt
  • Maria Eduarda Vendrami
  • Thaís Kauana Magalhães Sobral
  • Erika Calvano Kuchler
  • Flares Baratto Filho

DOI:

https://doi.org/10.21726/rsbo.v21i1.2321

Palavras-chave:

anomalias dentárias; raízes fusionadas; anatomia dentária.

Resumo

Raízes fusionadas são unidas por depósitos formados durante a vida ou por alterações no desenvolvimento da bainha epitelial de Hertwig e carecem de uma análise etiológica abrangente na literatura. Objetivo: Explorar a preferência de gênero em molares com raízes fusionadas. Revisão de literatura: Existem diversas anomalias dentárias, ainda com etiologias não definidas, porém com predileções por gêneros. Resultados: Os resultados deste estudo revelam uma associação significativa entre a fusão de raízes em molares permanentes e a preferência de gênero, com uma maior incidência observada em mulheres. Tal descoberta é consistente com outras anomalias dentárias relacionadas ao sexo, apontando para possíveis influências genéticas. Conclusão: Molares permanentes com raízes fusionadas apresentam diferenças associadas ao sexo, com maior ocorrência em mulheres. Essa observação sugere o envolvimento do cromossomo Y no desenvolvimento das raízes.

Downloads

Publicado

2024-05-27

Como Citar

Maria Eduarda Locks Bitencourt, Maria Eduarda Vendrami, Thaís Kauana Magalhães Sobral, Erika Calvano Kuchler, & Flares Baratto Filho. (2024). Análise da associação entre gênero e fusão das raízes de molares: revisão de literatura. RSBO, 21(1), 146–51. https://doi.org/10.21726/rsbo.v21i1.2321

Edição

Seção

Artigos de Revisão de Literatura