Influência do clareamento dentário de consultório na dureza superficial de três resinas compostas: um estudo in vitro

Autores

  • Joselúcia da Nóbrega Dias
  • Wanderson Talles do Nascimento Pereira Santos
  • Marília de Lima Soares
  • Márcia de Almeida Durão
  • Ana Margarida dos Santos Melo
  • Isauremi Vieira de Assunção

DOI:

https://doi.org/10.21726/rsbo.v20i2.2114

Palavras-chave:

teste de dureza; resinas compostas; clareamento dental.

Resumo

É cada dia mais frequente a busca de pacientes que apresentam restaurações em resina composta pelo clareamento dentário, seja ele pela técnica caseira ou de consultório, sendo cada vez mais importante o conhecimento acerca das alterações que ocorrem nesses materiais restauradores. Objetivo: Avaliar a dureza superficial de três resinas compostas (Filtek Z350 – 3M ESPE, Zirconfil – Technew, Vittra – FGM) após clareamento dentário de consultório à base de peróxido de hidrogênio 40%. Material e métodos: Foram confeccionados 60 corpos de prova (6,0 x 2,0 mm), sendo 20 de cada material restaurador (n=20). Após acabamento e polimento, os espécimes foram divididos aleatoriamente em dois grupos para cada material restaurador (n=10). O grupo controle (G1-C) foi mantido em saliva artificial. O grupo experimental (G2-E) foi submetido ao gel clareador de consultório à base de peróxido de hidrogênio 40% de acordo com a indicação do fabricante. Efetuou-se a análise da dureza por meio do teste de Vickers. A análise comparativa entre o grupo controle e o grupo experimental para cada resina foi feita por intermédio do teste t de Student, enquanto a comparação entre as resinas dentro de cada grupo foi analisada pelo teste Anova. Resultados: Os valores de dureza para as resinas testadas foram estatisticamente mais elevados no grupo controle. A maior diferença nos valores das médias entre os grupos ocorreu na resina Z350XT. Conclusão: O uso do peróxido de hidrogênio 40% pela técnica de consultório promoveu mudanças significativas na dureza superficial das resinas testadas. Além disso, a resina Z350XT apresentou dureza superior às demais, porém foi a mais afetada pelo agente clareador.

Downloads

Publicado

2023-08-30

Como Citar

Joselúcia da Nóbrega Dias, Wanderson Talles do Nascimento Pereira Santos, Marília de Lima Soares, Márcia de Almeida Durão, Ana Margarida dos Santos Melo, & Isauremi Vieira de Assunção. (2023). Influência do clareamento dentário de consultório na dureza superficial de três resinas compostas: um estudo in vitro. RSBO, 20(2), 344–50. https://doi.org/10.21726/rsbo.v20i2.2114

Edição

Seção

Artigos Originais de Pesquisa