Esclerodermia: uma doença sistêmica com manifestações na cavidade oral e periodonto Sclerodermia: a systemic disease with manifestations in oral cavity and periodontics

Julia Grimberg Kohane, Kamilla Gabrielle Silva Perpetuo, Janaína Lima Heymovski, Bruno Fernando Candido, Felipe Rychuv Santos, Carmen L. Mueller Storrer, Tatiana Miranda Deliberador

Abstract


Introdução: A esclerodermia é uma desordem pertencente a um grupo de doenças autoimunes do tecido conjuntivo, caracterizada por esclerose na pele, pulmões, coração, trato gastrointestinal, rins e sistema musculoesquelético. Das manifestações orais e periorais, são evidentes aumento do espaço do ligamento periodontal, limitação da função mastigatória, dificuldade no processo de reparo, fibrose da pele, diminuição da abertura bucal, xerostomia, cárie, entre outros.
Em virtude das alterações na microcirculação dos tecidos gengivais e dos medicamentos sistêmicos, pode haver inflamação gengival e desenvolvimento de hiperplasia gengival. A xerostomia e as alterações escleróticas das mãos e dedos contribuem para um maior acúmulo de placa nesses pacientes. Objetivo: Relatar o caso clínico de uma paciente portadora de esclerodermia sistêmica (ES) e a associação dessa doença com as manifestações orais e periodontais. Relato de
caso: Paciente A.M.S., 47 anos, sexo feminino, diagnosticada com ES há 16 anos, apresentou em associação à doença sistêmica diferentes manifestações orais e periodontais, como aumento do espaço do ligamento periodontal, diminuição da abertura bucal, limitação da função mastigatória, dificuldade no processo de reparo, fibrose da pele, xerostomia, cárie, sangramento gengival, presença de cálculo dental e mobilidade dentária. Conclusão: Os sinais e sintomas apresentados podem interferir na qualidade de vida dos pacientes. Portanto, é de extrema importância o cirurgião-dentista estar atento às manifestações, a fim de orientar e motivar os pacientes com o intuito de diminuir os fatores de risco, proporcionar um tratamento apropriado ou até mesmo realizar um possível diagnóstico da doença.



DOI: http://dx.doi.org/10.21726/rsbo.v16i2.936

Refbacks

  • There are currently no refbacks.