O paciente do espectro autista e as adequações em biossegurança em tempos de pandemia: uma revisão de literatura

  • Maria Eduarda Olivetti Bechtlof
  • Bruna Marlene de Miranda
  • Julia Germiniani
  • Isabela Bittencourt Basso
  • Odilon Guariza-Filho
  • Cristiano Miranda de Araujo
Palavras-chave: transtorno do espectro autista; Covid-19; odontologia; biossegurança.

Resumo

O transtorno do espectro autista (TEA) é descrito como uma desordem complexa caracterizada por voltar-se a si mesmo, levando a alterações no padrão de comportamento, podendo ser restritivo e/ou repetitivo, o que pode prejudicar interações sociais. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi, por meio de uma revisão de literatura, realizar um paralelo entre o atendimento odontológico em pacientes com TEA e as alterações de rotina do consultório odontológico diante da pandemia de Covid-19. Material e métodos: Estratégias de busca foram elaboradas para as seguintes bases de dados: PubMed/ MEDLINE, Scopus, Embase, Leibniz Information Center for Life Sciences (LIVIVO), Web of Science e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS). Por meio da coleta de dados, traçaram-se as possíveis dificuldades de implementação das formas de manejo em pacientes com TEA, em tempos de pandemia de Covid-19. Resultados: Conhecer os padrões de comportamento desses pacientes é de grande importância para promover melhor atendimento nos consultórios odontológicos. Em tempos de pandemia pelo coronavírus, que é transmitido principalmente pelas gotículas de saliva contaminadas, geradas por aerossol e aspergidas durante a tosse, o espirro, a fala ou pelo contato de superfícies contaminadas, faz-se necessário que o cirurgião-dentista tome algumas medidas preventivas para diminuir o risco de transmissão para esse tipo de paciente. Conclusão: O conhecimento dos padrões de comportamento de pacientes com TEA é importante para realizar adaptações nos tratamentos odontológicos durante esse período de risco iminente, assim como se faz imprescindível conhecer os cuidados em biossegurança que devem ser tomados pelo cirurgião-dentista e auxiliares em tempos de pandemia.

Publicado
2021-12-01
Seção
Artigos de Revisão de Literatura