Cultura digital e democracia: um olhar histórico sobre um presente ultraveloz

Marialva Barbosa

Resumo


O texto faz uma reflexão sobre a relação entre os modos de comunicação contemporâneos, marcados pelo domínio do digital, e a emergência de uma sociedade verdadeiramente democrática. Atesta que diante do cenário midiático e das relações marcadas pelo conservadorismo, a imersão na chamada cultura digital não significa a ampliação dos valores democráticos. Reflete, ainda, sobre a ausência histórica do Estado democrático real no Brasil e sobre o fato de vivermos no século XXI ainda relações marcadamente clientelistas, paternalistas e uma total descrença na possibilidade de transformação do Estado a partir da participação dos cidadãos nos processos de outorga do governo, a partir da soberania de cada um.

Palavras-chave


democracia; comunicação; Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21726/rccult.v7i2.612

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional