Memória e cidade: contribuições à gestão do patrimônio cultural

Letícia Peret Antunes Hardt, Carlos Hardt, Marlos Hardt

Resumo


Este estudo parte do pressuposto da cidade como um espaço de memória, como um lugar de representação simbólica de tempos pretéritos, materializados na herança remanescente na era atual e interpretados como importantes referências para períodos posteriores. Nesse contexto, o objetivo geral da pesquisa consiste em sistematizar contribuições à gestão do patrimônio cultural urbano. Baseada em estrutura múltipla de métodos, a investigação adota procedimentos exploratórios, descritivos, analíticos e prescritivos, sendo organizada em quatro fases principais, as quais resultam em fundamentos teóricos sobre a temática, em reflexões sobre lições do passado, em constatações acerca de realidades do presente e em interpretações de perspectivas do futuro. Conclui-se, assim, que as relações espaço temporais incidentes sobre bens patrimoniais são decorrentes de permanentes articulações entre atores sociais.


Palavras-chave


memória; cidade; cultura; patrimônio; gestão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21726/rccult.v6i2.361

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional