DESENVOLVIMENTO DE UM LARINGOSCÓPIO DE BAIXO CUSTO: UMA ABORDAGEM CENTRADA NO USUÁRIO

  • Eugenio Andrés Diaz Merino
  • Diogo Pontes Costa
  • César Nunes Giracca
  • Giselle Schmidt Andrés Diaz Merino
Palavras-chave: laringoscópio; impressão tridimensional; design centrado no usuário.

Resumo

No processo de design de produtos para a área médicohospitalar, o uso das tecnologias para criação e materialização dos
produtos tem exercido papel relevante, possibilitando maior agilidade,
maior precisão e diminuição de custos. A intubação visa assegurar
livre acesso traqueal, atenuar o risco de aspiração de conteúdo
gástrico, facilitar ventilação sob pressão positiva e manter a oxigenação
adequada, sendo um procedimento que exige precisão e agilidade.
Para isso, é utilizado um equipamento denominado de laringoscópio,
com diferentes tecnologias e custos. Um fato que demandou atenção
a esse produto foi a Sars-CoV-2 (Covid-19), que, pelo alto risco de
contaminação dos profissionais da saúde, requer cuidados adicionais e
o maior isolamento possível dos agentes contaminantes. Nesse sentido,
laringoscópios com microcâmeras apresentam-se como uma solução
viável, porém têm custo elevado e problemas de compatibilidade
entre as câmeras e equipamentos. Com base nessa problemática,
desenvolver um laringoscópio considerando o risco de contaminação,
o baixo custo, a visualização em smartphones ou similares, bem como
a compatibilidade com os sistemas operacionais, foi o objetivo central
desta pesquisa. O processo de desenvolvimento apoiou-se no Guia
de Orientação para o Desenvolvimento de Projetos, cuja sistemática
se centra no ser humano, definindo aspectos básicos que nortearam
o processo, entre eles ergonomia, segurança, conforto, baixo custo
e compatibilidade de sistemas. Além disso, usaram-se recursos dos
sistemas Computer Aided Design (CAD)/Computer Aided Manufacturing
(CAM) que propiciaram maior agilidade nos ajustes e alterações do
projeto. O protótipo foi materializado por impressão tridimensional e
atendeu às especificações determinadas pelos profissionais da saúde,
possibilitando um procedimento seguro, confortável e preciso e baixo
custo.

Publicado
2021-06-01
Seção
Artigos