DESIGN ERGONÔMICO E O DESENVOLVIMENTO DE ARTEFATOS DE USO COTIDIANO: PERCEPÇÃO E SEMÂNTICA

  • João Vítor de Andrade Scardovelli
  • Thiago Almeida
  • Rodolfo Nucci Porsani
  • Fausto Orsi Medola
  • Luis Carlos Paschoarelli
Palavras-chave: design ergonômico; impressão 3D; escaneamento 3D; projeto de produto; diferencial semântico.

Resumo

O design ergonômico pode ser um importante método para
desenvolver produtos de uso cotidiano que sejam satisfatórios de
usar. Um de seus principais preceitos é utilizar recursos para avaliar
as alternativas de artefato desenvolvidas. O presente estudo objetivou
relatar o desenvolvimento de um espremedor de frutas cítricas manual
considerando a aplicação dos métodos do design ergonômico e os
aspectos de usabilidade. Inicialmente, avaliaram-se três diferentes
produtos de mercado por meio do protocolo de diferencial semântico.
O desenvolvimento do projeto de produto contou com brainstorming,
sketches, escaneamento em três dimensões (3D), modelagem digital
e prototipagem rápida (impressão 3D). O protótipo foi avaliado com o
mesmo protocolo de diferencial semântico em condições controladas
(laboratório), com oito participantes. Os resultados apontam que o
artefato contemplou os fatores positivos desejados no projeto inicial e
mostram que a metodologia de design ergonômico pode proporcionar
produtos de uso cotidiano que oferecem experiências mais prazerosas
e satisfatórias.

Publicado
2021-06-01
Seção
Artigos