A importância do livro didático na formação dos professores de Biologia do Timor-Leste e o português como língua de instrução

André Luiz da Costa Moreira, Umberto Euzébio, Joicelene Regina Lima da Paz

Resumo


O Timor-Leste é um país asiático de língua portuguesa que está em fase de estruturação como nação. Ele conta com a cooperação brasileira na área de educação, a qual se dá na formação de professores e na produção de materiais didáticos em português. Este estudo propôs-se a analisar a formação dos professores timorenses de Biologia, bem como a diagnosticar as ferramentas pedagógicas mais adequadas para o ensino. As observações foram realizadas entre dezembro de 2009 e agosto de 2010, no curso de formação de professores (n = 29) do Bacharelato de Emergência em Biologia. Elaboraram-se técnicas e dinâmicas para mediação do diálogo dos professores em formação e disponibilizaram-se diferentes materiais didáticos, a fim de potencializar o desempenho dos docentes. Ao longo das atividades foram selecionados mais de 200 materiais bibliográficos, que serviram de subsídios para o desenvolvimento das propostas pedagógicas dos professores timorenses. Os livros didáticos foram as ferramentas pedagógicas mais mencionadas e solicitadas ao longo do curso de formação, em virtude da inexistência deles na língua oficial (português). Assim, sugere-se a mudança de parâmetros para que fundamentem de modo efetivo a reformulação das propostas curriculares em Timor-Leste, principalmente nas disciplinas de Ciências Naturais, a fim de que consigam ser interpretadas dentro do contexto e da realidade timorense.

Palavras-chave


Ciências Biológicas; educação; ensino-aprendizagem; livro didático; timorense.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21726/abc.v2i1.197

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Acta Biológica Catarinense, ISSN 2358-3363, Joinville/SC, Brasil.Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.