Diversidade de avifauna urbana em Joinville, Santa Catarina

Cleiton Valentim, Denise Monique Dubet da Silva Mouga

Resumo


Visando complementar dados sobre a avifauna urbana de Joinville, foram realizados, de outubro de 2016 a maio de 2018, caminhamentos dentro da área do campus da Universidade da Região de Joinville, com identificação das espécies por visualização, registros fotográficos e playback. Foram levantadas 107 espécies (mais de 17% do total de espécies de Santa Catarina). As famílias Tyranidae e Thraupidae apresentaram a maior riqueza. Nove espécies encontram-se em algum nível de ameaça, 12 são consideradas endêmicas do Brasil e, destas, três são endêmicas de mata atlântica. Verificaram-se espécies migratórias das famílias Accipitridae, Hirundinidae, Motacillidae, Tyrannidae e Vireonidae. Observou-se nidificação das espécies Gallinula galeata e Tyrannus savana, além de indivíduos imaturos de Herpsilochmus rufimarginatus e Pyrocephalus rubinus. Foi registrada a ocorrência de indivíduos de Fluvicola nengeta, espécie rara em Santa Catarina, e de duas espécies exóticas: Estrilda astrild e Passer domesticus. Notou-se a ausência de Sporophila frontalis, apontada para a área em estudos anteriores. Predominaram espécies insetívoras, onívoras e frugívoras, decrescentemente. Os índices de diversidade e equabilidade mostraram valores relevantes. A curva de acumulação de espécies e os estimadores de riqueza indicam maiores valores de diversidade. Áreas de conservação próximas ao campus podem explicar a riqueza avifaunística.


Palavras-chave


aves; aves migratórias; endemismo; espécies exóticas; fauna urbana; nidificação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21726/abc.v5i1.525

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Acta Biológica Catarinense, ISSN 2358-3363, Joinville/SC, Brasil.Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.