Avifauna na Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira, Joinville, Santa Catarina

Alexandre Venson Grose

Resumo


A Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira está inserida integralmente no município de Joinville, Santa Catarina, percorrendo um trecho predominantemente urbano. Grande parte da sua vegetação ciliar já foi removida, restando apenas alguns fragmentos. O objetivo deste estudo foi caracterizar, ao longo da bacia hidrográfica, a comunidade de aves que ocorre em fragmentos próximos e também às margens do Rio Cachoeira. Realizaram-se duas campanhas (abril e novembro de 2016), com duração total de 12 dias cada, distribuídas em cinco pontos de amostragem. Para o inventário, foram utilizados transecções e pontos fixos previamente definidos em cada ponto de amostragem. Durante o período, identificaram-se 241 espécies de 63 famílias. O ponto de maior riqueza foi a área Itinga, com 199 espécies, e aquele com menor riqueza foi o das transecções na margem do rio, com 116 espécies. A área Itinga representa o maior fragmento amostrado, com grande concentração de palmito (Euterpe edulis), o que favorece a alimentação de várias espécies e contribuiu para a sua manutenção. Um total de 12 espécies está inserido em alguma categoria de ameaça, o que reforça a importância desses fragmentos para a sobrevivência de tais espécies. A Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira apresentou uma avifauna muito rica e merece especial atenção considerando a forte pressão da urbanização que vem sofrendo.

Palavras-chave


aves; espécies ameaçadas; fragmentos urbanos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21726/abc.v4i3.457

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Acta Biológica Catarinense, ISSN 2358-3363, Joinville/SC, Brasil.Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.