A ictiofauna de áreas com interesse para a proteção ambiental de Joinville, Santa Catarina, Brasil

Pedro Carlos Pinheiro, Roger Henrique Dalcin, Thiago Toniolo Batista

Resumo


O presente estudo investigou os peixes de riachos em seis áreas com interesse para a proteção ambiental do município de Joinville (SC). As estações de coleta são formadas por pequenos riachos da Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira. A composição de espécies foi avaliada para compreender os padrões de distribuição espacial e o endemismo regional. Os resultados dos levantamentos de campo nas 18 estações de coleta registraram 22 espécies pertencentes a nove famílias e seis ordens. Characidae foi a família com maior riqueza, seguida por Poeciliidae e Callichthyidae. As espécies mais representativas em termos de abundância foram Poecilia reticulata, Atlantirivulus haraldsiolii, Phalloceros megapolos e Geophagos brasiliensis. A análise dos atributos ecológicos da comunidade mostrou variação dos índices de diversidade, equitabilidade e dominância nas estações de coleta. A presença de espécies exóticas como Poecilia reticulata, Oreochromis niloticus e Xiphophorus helleri indica que a maioria dos locais sofre algum tipo de alteração física do hábitat em função de atividades antrópicas. O ponto amostral localizado nas nascentes do Rio Cachoeira apresentou a maior riqueza, espécies endêmicas e nenhuma espécie exótica, indicando ser um local de alta relevância para a proteção da ictiofauna da Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira.

Palavras-chave


distribuição espacial; índices de diversidade; mata atlântica; peixes de riachos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21726/abc.v4i3.455

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Acta Biológica Catarinense, ISSN 2358-3363, Joinville/SC, Brasil.Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.